terça-feira, 1 de dezembro de 2009

O PANO DA COSTA

O PANO DA COSTA
(Autores - Carlos Augusto Pinheiro dos Santos e Rosana Pinheiro )
Sempre que vamos visitar os terreiros de Candomblé e alguns terreiros de Umbanda que seguem uma linha mais africanizada, ficamos maravilhados com esta peça da indumentária religiosa afro-brasileira , chamada de PANO DA COSTA, que é um tecido colorido que normalmente envolve o corpo das mulheres a partir do peitoral. ,entretanto na forma denominada ALAKA , o pano da costa ganha um maior comprimento e envolve as mulheres dos ombros até aproximadamente a altura das canelas.

Em várias pinturas de Debret retratando escravos do inicio do século 19 e algumas fotos de escravos nos primeiros anos da fotografia no Brasil, vemos os mesmos usando essa peça de indumentária em suas vestes.

O termo pano-da-costa , passa a idéia de que o mesmo teve sua origem na costa africana, , de acordo com registros históricos, o mesmo vinha da costa ocidental ,assim como outros produtos que vieram para o Brasil, no entanto, todo tipo de produto que era importado da África, vulgarmente tinha acrescido ao seu nome o nome DA COSTA, por exemplo, sabão da costa , pimenta da costa, etc...

Há duas teorias em relação aos panos da costa no Brasil, a primeira diz que os primeiros panos da costa vieram para o Brasil enrolando os corpos das negras africanas trazidas para cá para serem vendidas no mercado escravo. A outra diz que as negras eram compradas praticamente nuas e que as que iriam trabalhar na casa grande como mucamas, seriam melhor vestidas , com trajes semelhantes aos usados pelos europeus para não prejudicar a imagem dos seus senhores, já as que iriam trabalhar fora da casa grande , seriam vestidas apenas com o pano da costa para cobrir seus corpos.

Mais precisamente o pano da costa constituia-se inicialmente de uma peça composta por quatro tiras de tecido colorido com 15 cm de largura produzidos artesanalmente em teares, costurados um ao outro manualmente , sendo suas cores de acordo com a cor do orixá de quem iria usá-lo , poderíamos dizer que ele tem a forma de um Xale retangular. .

Com o período da expansão árabe no território africano, o contato das populações africanas com os povos orientais que usavam tecidos enrolados em seus corpos como vestes , fez com que se formassem populaçoes africanas maometanas que sobre os rígidos padrões morais arabes, sentissem a necessidade de uma vestimenta africana semelhante para cobrir seus corpos, com isso começaram a trabalhar com peles animais , inclusive a lä , e couro, depois passaram a tecer com fibras vegetais tecidos (RAFIA ,vinda de Madagascar) e mais tarde através da colonização européia e a introduçáo da tecelagem de algodáo, passou-se a trabalhar com este material. Os tecidos africanos passaram a ser exportados para varias partes do mundo, inclusive o Brasil.

Dentre os povos africanos que mais se destacaram pela produção e uso de panos–da-costa, foram os Malés, africanos adeptos do islamismo, que também mantinham as crenças em suas divindades e escravos dessa nação habitaram em sua maioria na região Nordeste do Brasil .

Somente no século XVIII com o desenvolvimento dos primeiros teares no pais , é que passou-se a fabricar tecidos para a confecção do pano da costa no Brasil

Hoje em dia, um dos poucos terreiros que preserva a técnica e produz panos–da-costa , como era feito no século XVIII é o Ilê Axé Opô Afonjá através de sua pequena oficina mantem a tradição da fabricação artesanal em teares do pano-da –costa .

O Pano-da-Costa era chamado em Yorubá de ALAKÁ, creio que por isso chama-se também aquela vestimenta mais comprida que o abada de alaká, pela mesma fazer lembrar os panos-da-costa de maior comprimento , que encobriam quase todo o corpo da escrava.

Inicialmente o pano-da-costa foi usado como um vestuário barato para as escravas que trabalhavam fora da casa-grande , depois passou a ser um adereço do vestuário dos integrantes das irmandades negras, que surgiam para construir igrejas para os escravos rezarem e para darem funerais dignos a estes.; em ambos os caso as cores dos panos-da- costa eram escuros e pesados. Mas a grande revolução foi a incorporação deste adereço ao traje de baiana dos terreiros de candomblé, a partir daí ele ganhou vida, pois as cores do pano-da-costa passaram a ser vivas, sempre na cor do orixá principal de quem usasse , além de ser ornado com bordados, fitinhas e rendas em suas bordas, fazendo com que o traje de baiana ganhasse vida, quebrando a monotonia do branco, além de marcar a cintura da roupa, fazendo com que até hoje fiquemos maravilhados em ver uma gira tão bela em colorido, uma verdadeira aquarela da fé em nossos terreiros

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS
CASA MUSEU DO OBJETO BRASILEIRO http://www.acasa.org.br/arquivo_objeto.php?reg_mv=OB-00565

TORRES, H. A.. Alguns aspectos da indumentária da crioula baiana. Cad. Pagu, Campinas, n. 23, Dec. 2004 . Available from . access on 08 Nov. 2009. doi: 10.1590/S0104-83332004000200015.

Lody, Raul Giovanni. Rio de Janeiro, Ministério da Educação e Cultura et al (Cadernos de Folclore, 15), 1977. 16p., photos, glossary, bibl., wrps Paperback On a traditional Black Brazilian female costume

LODY, Raul. Dicionário de arte sacra e técnicas afro-brasileiras. Rio de Janeiro: Pallas, 2003.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

VIDEO DO HINO DE ALMAS E ANGOLA

Amigos,
Posto abaixo a maravilhosa composiçáo de meu amigo GIOVANI MARTINS, intitulada HINO DE ALMAS E ANGOLA , que interpretei com muito carinho e postei no YouTUbe.
Para quem náo conhece, ALMAS E ANGOLA é uma ramificaçáo da Umbanda, surgida no Rio de Janeiro e amplamente praticada no sul do Pais.

video

AS POMBA-GIRAS NA UMBANDA

Como gostei muito desse artigo que achei no Orkut, resolvi reproduzi-lo na integra para compartilhá-lo com todos.

LAROIE EXU AMOJUBÁ!!! SALVE TODAS AS POMBAGIRAS



FONTE - COMUNIDADE DO ORKUT - CABOCLO MIRIM NA UMBANDA (
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=997760 )
TÓPICO DO FÓRUM - Pombagira na Umbanda
postado em 01.01.2007 pelo membro SANDRA NAVARRO


POMBAGIRA DE UMBANDA

Na Umbanda, a entidade espiritual que se manifesta incorporada em suas médiuns está fundamentada num arquétipo desenvolvido à partir da entidade Bombogira, originária do culto Angola.
Nos cultos tradicionais oriundos da Nigéria não havia a entidade Pombagira ou um Orixá que a fundamentasse.
Mas, quando da vinda dos nigerianos para o Brasil (isto por volta de 1800), estes aqui encontram-se com outros povos e culturas religiosas e assimilam a poderosa Bombogira angolana que, muito rapidamente, conquistou o respeito dos adoradores dos Orixás.
Com o passar do tempo a formosa e provocativa Bombogira conquistou um grau
análogo ao de Exu e muitos passaram a chamá-la de Exu Feminino ou de mulher dele.
Mas ela, marota e astuta como só ela é, foi logo dizendo que era mulher de sete exus, uma para cada dia da semana, e, com isso, garantiu sua condição de superioridade e de independência.
Na verdade, num tempo em que as mulheres eram tratadas como inferiores aos
homens e eram vítimas de maus tratos por parte dos seus companheiros, que só as queriam para lavar, passar, cozinhar e cuidar dos filhos, eis que uma entidade feminina baixava e extravasava o ‘eu interior’ feminino reprimido à força e dava vazão à sensualidade e à feminilidade subjugadoras do machismo, até dos mais inveterados machistas.
Pombagira foi logo no início de sua incorporação dizendo ao que viera e construiu um arquétipo forte, poderoso e subjugador do machismo ostentado por Exu e por todos os homens, vaidosos de sua força e poder sobre as mulheres.
Pombagira construiu o arquétipo da mulher livre das convenções sociais,liberal e liberada, exibicionista e provocante, insinuante e desbocada,
sensual e libidinosa, quebrando todas as convenções que ensinavam que todos os espíritos tinham que ser certinhos e incorporarem de forma sisuda, respeitável e aceitável pelas pessoas e por membros de uma sociedade repressora da feminilidade.
Ela foi logo se apresentando como a “moça” da rua, apreciadora de um bom champagne e de uma saborosa cigarrilha, de batom e de lenços vermelhos provocantes.
“O batom realça os meus lábios, o rouge e os pós ressaltam minha condição de mulher livre e liberada de convenções sociais”.
Escrachada e provocativa, ela mexeu com o imaginário popular e muitos a associaram à mulher da rua, à rameira oferecida , e ela não só não foi contra essa associação como até confirmou: “É isso mesmo”!
E todos se quedaram diante dela, de sua beleza, feminilidade e liberalidade, e como que encantados por sua força, conseguiram abrir-lhe o íntimo e confessarem-lhe que eram infelizes porque não tinham coragem de ser como elas.
Aí punham para fora seus recalques, suas frustrações, suas mágoas, tristezas e ressentimentos com os do sexo oposto.
E a todos ela ouviu com compreensão e a ninguém negou seus conselhos e sua ajuda num campo que domina como ninguém mais é capaz.
Sua desenvoltura e seu poder fascinam até os mais introvertidos que, diante dela, se abrem e confessam suas necessidades.
Quem não iria admirar e amar arquétipo tão humano e tão liberalizado de sentimentos reprimidos à custa de muito sofrimento?
Pombagira é isto. É um dos mistérios do nosso divino criador que rege sobre a sexualidade feminina. Critiquem-na os que se sentirem ofendidos com seu poderoso charme e poder de fascinação.
Amem-na e respeitem-na os que entendem que o arquétipo é liberador da feminilidade tão reprimida na nossa sociedade patriarcal onde a mulher é vista e tida para a cama e a mesa.
Mas ela foi logo dizendo: “Cama, só para o meu deleite e mesa, só se for regada a muito champagne e dos bons!
Com isso feito, críticas contrárias à parte, o fato é que o arquétipo se impôs e muita gente já foi auxiliada pelas “Moças da Rua”, as companheiras de Exu.
A espiritualidade superior que arquitetou a Umbanda sinalizou à todos que não estava fechada para ninguém e que, tal como Cristo havia feito, também acolheria a mulher infiel, mal amada, frustrada e decepcionada com o sexo oposto e não encobriria com uma suposta religiosidade a hipocrisia das pessoas que, “por baixo dos panos”, o que gostam mesmo é de tudo o que a Pombagira representa com seu poderoso arquétipo.
Aos hipócritas e aos falsos puritanos, pombagira mostra-lhes que, no íntimo, ela é a mulher de seus sonhos... ou pesadelos, provocando-o e desmascarando seu falso moralismo, seu pudor e seu constrangimento diante de algo que o assusta e o ameaça em sua posição de dominador.
Esse arquétipo forte e poderoso já pôs por terra muito falso moralismo, libertando muitas pessoas que, se Freud tivesse conhecido, não teria sido tão atormentado com suas descobertas sobre a personalidade oculta dos seres humanos.
Mas para azar dele e sorte nossa, a Umbanda tem nas suas Pombagiras, ótimas psicólogas que, logo de cara, vão dando o diagnóstico e receitando os procedimentos para a cura das repressões e depressões íntimas.
Afinal, em se tratando de coisas íntimas e de intimidades, nesse campo ela é mestra e tem muito a nos ensinar. Seus nomes, quando se apresentam, são simbólicos ou alusivos.

- Pombagira das Sete Encruzilhadas;
- Pombagira das Sete Praias;
- Pombagira das Sete Coroas;
- Pombagira das Sete Saias;
- Pombagira Dama da Noite;
- Pombagira Maria Molambo;
- Pombagira Maria Padilha;
- Pombagira das Almas;
- Pombagira dos Sete Véus;
- Pombagira Cigana; etc.

O simbolismo é típico da Umbanda porque na África, ele não existia e o seu arquétipo anterior era o de uma entidade feminina que iludia as pessoas e as levavam à perdição. Já na Umbanda, é o espírito que “baixa” em seu médium e, entre um gole de champagne e uma baforada de cigarrilha, orienta e ajuda a todos os que as respeitam e as amam, confiando-lhes seus segredos e suas necessidades. São ótimas psicólogas. E que psicólogas!
“Salve as Moças da Rua”!

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

QUERER


QUERER
(autora - ROSANA PINHEIRO)

Da vida quero o bem, o progresso , a positividade , as amizades , as cançöes , a sinceridade das crianças , os anjos iluminados , a luz maior dos grandes mestres , o Sol sagrado , a sabedoria dos velhos , os doces mistérios , as palavras que abençoam , as flores que perfumam e me inspiram, a lua com a sua magia , o céu com todo o azul , a liberdade caminhando comigo , o mar com todo o encanto , a fé nos santos e orixás , a fé em mim , a caridade para a humanidade , todo o verde da natureza , toda a gratidäo e alegria por estar viva.
Esse é o querer que me tornará invencível.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

CONDUZA A SUA VIDA


CONDUZA A SUA VIDA COM MUITA ATENÇÃO
(Autora – Rosana Pinheiro )
Assim como os motoristas dirigem os carros, conduzindo-os bem ou feito loucos, nós também conduzimos ou desconduzimos a nossa vida, a nossa alma, o nosso corpo.
Muitas vezes seguimos por estradas perigosas que não nos levam a lugar nenhum, ou por atalhos que nos guiam para o próprio fim, não conseguindo assim, enxergar novos horizontes, caminhos de luz, estradas com menos buracos, com menos obstáculos, por que são na verdade caminhos da alma, traçados em nosso mapa interior.
Por isso peço a todos que diariamente pensem, reflitam bem ao dirigirem suas vidas, pára que evitem repetidos acidentes que poderão causar muitas vítimas e até mesmo causar a morte de alguém que não teve a sorte de meditar , de se descobrir.
Não viva com velocidade, não corra de si mesmo, não ultrapasse os sinais de Deus, não atropele o seu semelhante, não se choque com a vida.
Viva sem pressa de chegar, não corra, não morra ! Obedeça a voz do seu interior, saiba que suas estradas são os seus caminhos de luz, de felicidade , de amor e você se encontrará, basta acreditar, se respeitar e nunca se desesperar.

O TEMPO

O TEMPO
(De Gango Xavini, Psicografado por Rosana Pinheiro )
Quando o tempo está nublado e escuro todos sentem falta do Sol. Muitas pessoas até ficam mais tristes, deprimidas, seus sentimentos parecem ficar nublados, na verdade as forças da natureza medem como está a alma de cada um, seu interior.
Uma pessoa que está bem interiormente se sente bem, faça Sol, faça chuva.
O tempo nublado é como um chamado de Deus para todos olharem para dentro de si.
O Sol reina, mas há dias em que seu reinado descansa. Nem por isso todos devem desanimar, nem se entristecer, devem se fortalecer.
A fé, a oração e o conhecimento de si mesmo fazem com que cada um conheça melhor o outro, tornando sua caminhada mais leve nesse mundo que parece tão louco.

2a. CAMINHADA CONTRA A INTOLERÂNCIA RELIGIOSA NO RIO DE JANEIRO

SOBRE A 2a. CAMINHADA CONTRA A INTOLERÂNCIA RELIGIOSA NO RIO DE JANEIRO

A liberdade de crença é um direito de todos.
O movimento EU TENHO FÉ, reuniu lideranças de diversas religiões.
Eu participei com meu irmão carnal Carlos Augusto, amigos e com todos que desejam ter o direito de proferir a sua fé sem sofrer discriminação alguma, propagando assim o amor fraternal, a paz e muitos valores que são indispensáveis a todos nós.
Foi emocionante ver milhares de pessoas movidas pela fé, louvando a vida, comungando crenças diversas, mas unidas num mesmo objetivo a liberdade religiosa.
Jamais esquecerei o dia 20 de setembro de 2009 na orla de Copacabana.
Essa caminhada, tenho certeza, ficará marcada em nossas vidas para sempre , por que, EU TENHO FÉ!!! NÓS TEMOS FÉ!!!
VEJA A S FOTOS ABAIXO.
Bjs e Axé!
Rosana Pinheiro





















sábado, 17 de janeiro de 2009

PONTOS CANTADOS DE EXU EM MP3

PONTOS CANTADOS DE EXU EM MP3 de autoria de Rosana Pinheiro
OBS- As letras dos pontos cantados disponiveis abaixo, estao na comunidade do Orkut FANS DE ROSANA PINHEIRO.

EM NAVALHA EU TENHO FÉ (GRAVAÇÃO AO VIVO)
Get this widget | Track details | eSnips Social DNA

GRATIDÃO A TRANCA-RUA (GRAVAÇÃO AO VIVO)
Get this widget | Track details | eSnips Social DNA

SAUDAÇÃO A TRANCA-RUA (GRAVAÇÃO AO VIVO)
Get this widget | Track details | eSnips Social DNA

SEU TIRIRI CHEGOU (GRAVAÇÃO AO VIVO)
Get this widget | Track details | eSnips Social DNA

MINHA FÉ É MEU TESOURO ( CD NA LINHA DE UMBANDA)
Get this widget | Track details | eSnips Social DNA

MOLAMBO, MAGIA E ENCANTO ( CD NA LINHA DE UMBANDA)
Get this widget | Track details | eSnips Social DNA

SEU JOÃO CAVEIRA VEM TRABALHAR ( GRAVAÇÃO AO VIVO)
Get this widget | Track details | eSnips Social DNA

VIDEOS DE PONTOS CANTADOS DE YEMANJA

VIDEOS DE PONTOS CANTADOS DE YEMANJA
OBS- As letras dos pontos apresentados estao na comunidade do Orkut
FANS DE ROSANA PINHEIRO.


O CANTO DE YEMANJA
(Autora - Rosana Pinheiro, Interprete - Veronica Vasconcellos)

video


MEU BARQUINHO

(Autora e Interprete - Rosana Pinheiro)

video

VIDEOS DE PONTOS CANTADOS PARA PRETO-VELHO

VIDEOS DE PONTOS CANTADOS PARA PRETO-VELHO
OBS - As letras dos pontos mostrados nos videos estao na comunidade do Orkut FANS DE ROSANA PINHEIRO.


BENDITO SEJA PAI BENEDITO
(Autora e Intérprete - Rosana Pinheiro)

video


CARRETEL DE PRETO-VELHO

(Autora e Intérprete - Rosana Pinheiro)

video

A IMPORTANCIA DO RÁDIO

A IMPORTANCIA DO RADIO
(AUTORA - Rosana Pinheiro)

Um simples toque, a minha caixinha mágica começa a falar, me fazendo companhia, preenchendo o meu tempo, transformando muitas vezes a minha tristeza em alegria.

Essa caixinha de sons, de sentimentos, de notas musicais é comandada por vozes diferentes, mas que muitas vezes possuem almas iguais a minha, vozes que nos levam a pensar, a raciocinar, a sentir, a sorrir, a chorar, a aprender, a nos questionar sobre o passado , o presente e o futuro.

Vozes que não medem distâncias ao transmitir informações, carinho e amor.

Com o tempo aprendemos a torcer e até mesmo a considerar como parente um ser chamado carinhosamente de comunicador, que passa a entrar em nosso lar todos os dias, com a magia de sua voz nos recarregando de energia, em sintonia com nossos ideais, um ser que também batalha, luta por dias melhores.

Por tudo isso, chego a seguinte conclusão, mesmo com tantos inventos, com tantas opções de divertimentos essa caixinha mágica de sons jamais cairá no esquecimento, porque de dentro dela saem vozes que falam de nós e por nós, vozes que falam do mundo e de mim, cada qual na sua arte dizendo as nossas, as minhas verdades, tentando reconstruir um mundo que anda meio conturbado e maluco, mas que renasce a cada dia, apesar de muitos acharem que a humanidade está no fim.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

VIDEO DA MUSICA CEM ANOS DE UMBANDA, CEM ANOS DE MISSÃO

VIDEO DA MUSICA CEM ANOS DE UMBANDA, CEM ANOS DE MISSÃO, FEITA EM HOMENAGEM AO CENTENÁRIO DA UMBANDA.
Letra completa da musica na comunidade do Orkut FANS DE ROSANA PINHEIRO.


CEM ANOS DE UMBANDA, CEM ANOS DE MISSÃO
(Autora - Rosana Pinheiro, Interprete - Ogan Loenardo de Oxaguian)
video

NHA CHICA , SANTA GENUINAMENTE BRASILEIRA

(única foto de Nha Chica, tirada em vida e publicada no
livro CAXAMBU em 1894 de autoria do Dr.Henrique Monat, que
conta sobre a sua vida santa.)

Uma mulher do povo, pobre, filha de uma escrava com um indio, é a mais recente candidata a se tornar a primeira santa brasileira.
Nascida em 1808 em São João Del Rey, mudou-se com a familia e passou a viver na pequena cidade de Baependi, Minas Geraisç Nha Chica em vida era tida como santa pelos moradores da cidade, pois muitos obtiveram curas de doenças atraves dela, alem de ter o dom de orever o futuro, tambem levou uma vida abnegada dedicada a cuidar dos pobres, alem de conseguir construir uma igraja para Nossa Senhora da Conceição, mesmo sem ter recursos próprios, a quem carinhosamente chamava de - minha sinhá - .
Sua vida santa foi registrada pelo Dr. Henrique Monat no livro CAXAMBU, publicado em 1894.
Se voce quiser saber mais sobre NHA CHICA, podera obter informações nos seguintes sites e paginas.


http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=229301

http://jbonline.terra.com.br/jb/papel/cadernos/jb_ecologico/2004/05/05/jorjbe20040505015.html

http://maisvoce.globo.com/MaisVoce/0,,MUL929159-10345,00.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Nh%C3%A1_Chica

http://www.movimentonhachica.com.br/

http://www.catolicismo.com.br/materia/materia.cfm?IDmat=907AC39F-3048-560B-1CE3BFB876066ADD&mes=Janeiro1999

http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=253841

http://www.betsycalisto.com/chica/levitaciones/levitaciones.htm


http://www.estradareal.org.br/cidad/notic/index.asp?pagina=1&noticia=1070&codigo=108

http://www.santosdobrasil.org/?system=news&action=read&id=376&eid=142

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

VIDEOS DE PONTOS CANTADOS DE EXU E POMBA-GIRA


VIDEOS DE PONTOS CANTADOS DE EXUS E POMBA-GIRAS.
AS LETRAS DOS PONTOS APRESENTADOS NOS VIDEOS ABAIXO ESTAO NA COMUNIDADE DO ORKUT, FANS DE ROSANA PINHEIRO.


EM NAVALHA EU TENHO FÉ
(Autora - Rosana Pinheiro, Interprete - Rose de Iansã)

video


MOLAMBO, MAGIA E ENCANTO
(AUTORA E INTERPRETE - Rosana Pinheiro)

video


QUEM TEM FÉ RESPEITA EXU

(AUTORA E INTERPRETE - Rosana Pinheiro)
video


SEU TIRIRI CHEGOU

(Autora - Rosana Pinheiro, Interprete - Ogan Adilson de Ogum)

video

O VERDADEIRO ARTISTA




O VERDADEIRO ARTISTA
(AUTORA - Rosana Pinheiro)

Quando ele veio ao mundo, Deus lhe disse:
"Este vai ser artista, vai conversar com a Lua, com as estrelas, com os pássaros e vai dar vida à coisas que para muitos nâo tem valor algum. Vai falar sem hipocrisia, pois suas palavras serão sinceras, vai iluminar a Terra com a sua arte.
Mesmo diante de uma derrota ele saberá erguer a bandeira da vitória, pois o verdadeiro artista não se deixa abater nunca.
Jamais será um mentiroso, um velho arrependido ou um homem solitário, porque a vida não o deixará envelhecer e nunca será esquecido.
E quando tudo parecer estar no fim, ele não acreditará e dirá : Vamos recomeçar?"
E assim é, e será sempre o verdadeiro artista, um Ser que não morrerá jamais; mas que um dia adormecerá nos braços de Jesus, enquanto a sua história permanecerá escrita em nossa alma, através de suas obras e este se fará sempre presente em nossa memória, como em vida.
E é essa luz que não tem explicação que o fará sempre imortal, uma luz que não se apaga nem com o tempo, nem com a dor, pois essa luz é algo muito superior, é a marca de Deus, que o faz misteriosamente um Ser eternamente amado e inconfundível.

sábado, 10 de janeiro de 2009

VIDEOS DE PONTOS CANTADOS DE CABOCLOS

As letras completas das musicas dos videos abaixo apresentados estão na comunidade do Orkut FANS DE ROSANA PINHEIRO.

CABOCLO UBIRAJARA, O GUERREIRO DE ARUANDA
(Autora e Interprete - Rosana Pinheiro)
video

CHAMADA DO CABOCLO LAÇADOR (Autora e Interprete - Rosana Pinheiro)
video

EU SOU BOIADEIRO DAS SETE ENCRUZILHADAS
(Autora e Interprete - Rosana Pinheiro)

video

SALVE SEU BOIADEIRO DAS SETE ENCRUZILHADAS
(Autora - Rosana Pinheiro, Interpretes - Rosana Pinheiro
e Ogan Leonardo de Oxaguian)

video

SEU NOME É SETE FLECHAS (Autora e Interprete - Rosana Pinheiro)
video

VIVA A VIDA

VIVA A VIDA
(Autora - Rosana Pinheiro)
A vida caminhava ferida, sofrida, sangrando, doída, mas queria viver, a vida caminhava triste, chorando, gritando, mas queria viver, melhorar, acordar e sorrir outra vez. Um dia, a vida acordou, orou, se ajoelhou num lugar qualquer, orou tanto que a noite chegou a luz a iluminou, uma estrela brilhou e a vida finalmente enxergou Deus. Deus, coloriu a vida, a encheu de paz, fé e alegria, cicatrizou todas as feridas. A vida passou a ser guiada por essa imensa força divina. Infelizmente nesse momento existem muitas vidas feridas, sangrando, doídas. Que tal as iluminarmos e as conduzirmos a Deus ? Viver é alcançar os céus na Terra, é tocar a felicidade com a mãos, é transformar cada momento em uma canção, é cicatrizar todas as feridas, devolvendo a cada coração o amor e a paz.

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

COMUNIDADE DO ORKUT FANS DE ROSANA PINHEIRO

Amigos,
Envio abaixo o link da comunidade que meu amigo o Babalorixa Carlos Ti Sango Aganju criou para mim no Orkut, intitulada FANS DE ROSANA PINHEIRO, que tem links para os pontos cantados de Umbanda de minha autoria disponibilizados em Mp3 na Internet, Letras de musicas, eventos dos quais participo, etc.

FANS DE ROSANA PINHEIRO
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=26657943

Minha pagina pessoal no Orkut
http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?uid=7796306746779876264

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

VIDEOS DE PONTOS CANTADOS PARA TRANCA-RUA DAS ALMAS


VIDEOS DE PONTOS CANTADOS PARA TRANCA-RUA DAS ALMAS
Todas as letras das músicas dos videos abaixo estão na comunidade do Orkut FANS DE ROSANA PINHEIRO.

MINHA FÉ É MEU TESOURO (Autora e Intérprete - Rosana Pinheiro)
video


SAUDAÇÃO A TRANCA-RUA (Autora e Interprete - Rosana Pinheiro)
video

IGUAL AO PÓ DA ESTRADA


IGUAL AO PÓ DA ESTRADA
(Autora - Rosana Pinheiro)

Uma vez fiquei observando o pó da estrada, que o vento soprava, ele subia, cada vez que este subia rapidamente, lentamente ele caía e em nada se modificava voltava a ser simplesmente o pó sujo da estrada, um resto de terra, de barro ou de areia que todos pisavam ao passar, ou respiravam sufocados, ou apenas um brinquedo ao sopro do vento sem direção alguma, então me lembrei de quanta gente é animada por Deus e que no entanto, leva a vida igual ao pó da estrada, inanimado; pessoas que tem a mente e o corpo perfeitos, mas que parecem ser apenas um pó de estrada ao sopro do vento das tempestades da vida, sem paz, sem direção, sem a maravilhosa energia chamada vida.

Nada me convence que exista um motivo qualquer para alguém anular uma existência; a própria vida é sábia, tem paciência com tudo, mas não pode ser paciente com tudo eternamente.

Se você no momento leva a vida sendo levado como o pó da estrada; reaja, lute pelo seu viver, você é um ser animado por Deus, preparado para aprender e ensinar, não se deixe anular, porque a borracha do existir não apaga o inexistir .

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

LOUVANDO A CRIAÇÃO

LOUVANDO A CRIAÇÃO
(De- Gango Xavini, psicografado por - Rosana Pinheiro)

De mãos dadas caminharemos rumo a paz, a harmonia.
De mãos dadas caminharemos rumo a felicidade.
De mãos dadas saudaremos a vida, a energia vital.
De mãos dadas substituiremos a dor pelo amor, a dor pela cura, a tristeza pela alegria, a dúvida pela certeza, a insegurança pela segurança, a descrença pela esperança e a fé.
De mãos dadas faremos uma grande roda e cantaremos todos os sons da vida, louvando as crianças, as sagradas entidades, as rosas e o universo; faremos o nosso hino de amor, de gratidão, louvaremos toda a criação. Louvaremos Pai Oxalá e nossa querida Umbanda, louvaremos a vontade de praticarmos mais e mais a caridade e a igualdade, abraçando todos os nossos irmãos porque somos na verdade uma só família !

PONTOS CANTADOS DE POVO CIGANO

As letras dos pontos abaixo apresentados estão na comunidade do Orkut FANS DE ROSANA PINHEIRO.

SULAMITA EM MINHA VIDA (Autora e Interprete - Rosana Pinheiro)

video

EU SOU CIGANA (Autora e Interprete - Rosana Pinheiro)
PONTO PARA A CIGANA DA ESTRADA

video